AV. MÔNICA DANTAS, 34, CENTRO MACAÍBA-RN
(84) 3271- 6518
ouvidoria@prefeiturademacaiba.com.br
Home   Prefeitura

Em uma reunião ampliada realizada na tarde desta terça-feira (11), no Pax Club, o município de Macaíba definiu os delegados e as propostas que irão fazer parte da 1ª Conferência Estadual de Saúde das Mulheres, que ocorre entre os dias 12 e 14 de junho do corrente ano, na Escola de Governo, em Natal.

 

O evento de ontem foi prestigiado pelo prefeito Fernando Cunha; pela secretária municipal de Saúde, Silvana Cosme; pela presidente do Conselho Municipal de Saúde, Jane Suely Nóbrega; pela coordenadora de Saúde da Mulher da Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAP/RN), Suzete Queiroz; e pela coordenadora da Atenção Básica de Macaíba, Isabelle Albuquerque.

 

O tema geral foi “Desafios para a integralidade com equidade”, que foi abordado mediante três palestras, ministradas por Dra. Edna Patrícia Dias Alves, ginecologista, mastologista e médica do trabalho do Centro Estadual de Referência em Saúde do Trabalhador - CEREST/RN), Dra. Maria do Carmo Lopes de Melo, ginecologista, obstetra e presidente do Comitê de Mortalidade Materno-Infantil) e Ana Paula Maia da Costa, psicóloga da ATTOS – Atenção aos Direitos Reprodutivos.

 

Segundo, Jane Suely, essa reunião ampliada consistiu na etapa municipal preparatória para a 1ª Conferência Estadual de Saúde das Mulheres. “Foi um importante espaço onde gestores/prestadores de serviços, trabalhadores e usuários da rede municipal de saúde puderam dialogar sobre a Política de Atenção à Saúde da Mulher, em conjunto com a sociedade civil organizada e movimentos sociais, com o objetivo de formular diretrizes para políticas públicas nesta área” (Saúde da Mulher), explicou a presidente do Conselho Municipal de Saúde.

 

No ensejo, foram escolhidos 16 delegados, sendo 8 do segmento dos usuários da rede municipal de saúde, 4 do segmento dos gestores e prestadores de serviços do setor de saúde e 4 do segmento dos trabalhadores de saúde.

 

Os delegados são: Maria José Bezerra da Silva, Ana Maria da Silva, Severina do Ramo [sic] Moura Gomes, Maria Lúcia de Lima Dantas, Maria de Lourdes Firmino, Maria de Lourdes de Moura, Maria da Penha Lima do Nascimento e Marinalva da Silva (usuários); Jany Suely Nóbrega, Isabelle Albuquerque, Patrícia Souza e Fernando Leal (gestores/prestadores de serviços); Jocelino Nascimento Mendes, Raimundo Ventura, Ana Karolynne de Morais e Francisco Rafael dos Santos (trabalhadores).

 

Dentre as principais propostas definidas, destacam-se: ampliação e divulgação dos direitos às políticas públicas para as mulheres, implementar e ampliar a distribuição de repelentes às gestantes de baixa renda, implementação do programa “Saúde do Trabalhador” (com turno extra para atendimento na zona urbana, no período da noite, com garantia de segurança, e funcionamento aos sábados, na zona rural), profissionalizar e encaminhar as mulheres com vulnerabilidade social ao mercado de trabalho e implantação de núcleos de apoio às mulheres e à infância dentro das delegacias civis comuns.

 

Texto: Andry Morais

Foto: Márcio Lucas

ASSECOM-PMM